Tema:

4 razões para deixar de comer batatas fritas


Partilhar
4 razões para deixar de comer batatas fritas
É difícil de acreditar que algo tão saboroso como as batatas fritas sejam, na verdade, quase um veneno para o corpo. E essa preocupação não é apenas válida para quem está de dieta.

De acordo com a nutricionista Bianca Evans, as batatas fritas são prejudiciais nos seus diversos formatos: desde a batata pré-frita e congelada até aos salgadinhos industrializados, passando pela versão descascada, cortada e frita em casa. 

Por isso, formas alternativas de preparo, como cozinhar e assar no forno, são bem-vindas para manter parte do sabor sem afetar a saúde. Confira aqui o que há de tão perigoso nas delíciosas batatas fritas.

1. Gorduras saturadas

Tanto as batatas pré-fritas congeladas como as de pacote são ricas em gordura saturada. Dependendo da marca, uma xícara de batata palha, por exemplo, pode ter 20 gramas de gorduras totais, o que representa mais de 35% do valor diário de referência de consumo, numa dieta de 2.000 calorias. 

Esse excesso é prejudicial ao organismo já que, além de engordar, pode provocar problemas cardiovasculares nas artérias e no coração, aumentar o mau colesterol (LDL), a pressão arterial e provocar doenças como a diabetes.

2. Gorduras trans

A conservação das batatas industrializadas (pré-fritas, servidas em redes de fast-food ou do tipo salgadinho) depende, em alguns casos, das gorduras trans (formadas pelo processo de hidrogenação dos óleos vegetais). Em excesso é capaz de aumentar o mau colesterol e baixar o nível de bom colesterol (HDL), além de estar associado à incidência de cancro e doenças cardiovasculares. 

3. Sódio em excesso

O sódio é outro ingrediente muito presente nas receitas de batatas industrializadas e que faz mal se houver exagero. Em excesso, o sódio pode levar ao aumento de pressão arterial, aumentando o risco de infarte, AVC (acidente vascular cerebral), insuficiência renal e cardíaca, doenças neurológicas, aneurisma, problemas respiratórios e retenção de líquidos.

4. Carboidratos que podem engordar

Esse alimento tem outro fator que prejudica principalmente aqueles que estão em briga constante com a balança. A batata inglesa tem um alto índice glicémico, ou seja, quando é ingerida, transforma-se rapidamente em açúcar no organismo. Isso faz com que haja picos de libertação de insulina no sangue, o que contribui para o aumento da gordura corporal.

17 comentários:

  1. só li verdades, mas acho que excluir um alimento não é a solução. o certo é uma reeducação, mas como é mais dificil realizar essa reeducação talvez, para a maioria seja interessante cortar o alimento mesmo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei Daniel da sua opinião. Se fosse assim não comeríamos pão jamais.
      Nas festas de fim de ano daremos adeus as fartas mesas na ceia de natal.

      Eliminar
  2. Discordo em gênero número e grau da tal nutricionista. A matéria tem muito de "...pode ter.." e "..pode causar isto e aquilo...", "o tal sódio em excesso muito presente...", "alto índice glicêmico da batata...", e por aí vai.
    Todos argumentos dúbios e inconsistentes. Falando assim é fácil "satanizar" qualquer alimento ou qualquer coisa que façamos ou com o que convivemos. Querem ver um exemplo? :
    - As pessoas não deveriam sair de suas casas. Na rua tem calçadas aonde podem ser atropeladas por um carro desgovernado e ter ossos quebrados e até morre. Por outro lado que anda de bicicleta ou a pé, deve evitar este ato pois o risco de um tombo fatal com graves consequências e até morte está muito presente. O fato das pessoas quererem comprar um veículo automotor pode acarretar prejuízo a saúde humana, considerando o fato que o referido quando em funcionamento expele fumaça com CO2 altamente prejudicial a saúde, que acumulando no organismo pode causar a morte. E mesmo a fabricação deste mesmo veículo, utilizando atos de siderurgia e processamento industrial e pintura com produtos tóxicos derivados de petróleo podem acarretar incalculáveis prejuízos a saúde. !!!
    Perceberam?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. verdade! bom mesmo são os pedaços de bixo morto que são a base da alimentação da grande maioria das pessoas.

      Eliminar
    2. Eu adoro pedaços de BICHO com "ch" mortos...

      Eliminar
  3. sem contar que a batata é feita de carbono misturado com água enterrado... é quase como comer um vegetal desenterrado morto e frito. nossa, tenso demais só de pensar o quanto faz mal... fora o óleo, qér ver aqueles que fritam em banha de porcos mortos, nossa, fica delícia, mas é muito sinistro. fora que embaixo da terra é sujo e cheio de minhoca... bah, tudo que tem no mec ronald vem debaixo da terra, batata, minhoca... por isso que fast food mata!! bah... me abriu altas libertaçao das comidas debaixo da terra. se fosse bom vinha pra fora.

    ResponderEliminar
  4. Ou seja, compre a batata, descasque, corte ou rale como quiser, e frite. Seja feliz.

    A crítica é toda contra as batatas fritas industrializadas, então é só deixar de preguiça e fazer você mesmo a batata frita.

    Um ponto importante: para os que são contrários ao óleo usado na fritura, assem no forno. Não vai ficar tão crocante quanto a batata frita, mas vai ficar gostosa também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. aquele air fray é perfeito, frita sem fritar

      Eliminar
    2. Frita sem fritar? Haha

      Eliminar
  5. Como é triste ver esses nutricionistas ditando as regras hoje em dia.

    Eles são embasados em absolutamente nada...

    Fiz um check-up no ultimo dia 24/11.
    Sei que pode parecer exagero mais como batata frita pelo menos 4 vezes por semana.
    Resultado: Meus índices estão normais

    ResponderEliminar
  6. Essas são boas razões para não come-las,
    mas eu tenho uma ótima razão para comer batatas fritas:
    São gostosas p kralho
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderEliminar
  7. Quero ver postado aqui 4 razões para não deixar de comer batata frita e outros Fast foods. kkkkkk

    ResponderEliminar
  8. Só falando de batata frita e esquecendo do principal, a cerveja. Ou vão falar mal dela também ?

    ResponderEliminar

Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Últimos