Tema: ,

Azeite e vegetais podem juntos baixar a pressão arterial


Partilhar
Azeite e vegetais podem juntos baixar a pressão arterial
Colocar azeite nos seus legumes pode trazer benefícios para a saúde que não são encontradas quando junta azeite a outros alimentos, sugere uma nova pesquisa.

Gordura insaturada do óleo de oliva reage com determinados compostos em vegetais para formar um terceiro composto que pode reduzir a pressão arterial, afirmam os pesquisadores.

As descobertas podem explicar por que a dieta mediterrânea, que é rica em óleo de oliva e legumes, parece reduzir a pressão arterial e prevenir doenças cardíacas, disseram os pesquisadores. [Dieta mediterrânea pode prevenir diabetes]

Quando o azeite e os legumes são digeridos em conjunto, as condições no estômago proporcionam um ambiente para os ácidos graxos reagirem com compostos de nitrogénio nos vegetais, formando compostos chamados ácidos graxos nitro.

Tais compostos parecem manter a pressão arterial sob controle em animais, de acordo com os investigadores.

Os cientistas usaram ratos para investigar como os ácidos graxos nitro podem diminuir a pressão arterial, vendo especificamente se os compostos inibiam uma enzima que contribui para a pressão arterial elevada.

Os animais no estudo tinham pressão arterial elevada, e foram-lhes dado ácidos gordos omega-6 de oliva juntamente com nitrito de sódio, para imitar componentes de uma dieta mediterrânica, durante cinco dias.

Os resultados mostraram que a dieta aumentou o nível de ácidos gordos nitro nos ratinhos, e reduziu a sua pressão sanguínea.

A prova foi reforçado pelo facto de um subgrupo de ratos que eram geneticamente modificados e resistentes aos efeitos inibitórios sobre a enzima, ter mantido a sua pressão arterial elevada, apesar de ter tido a mesma dieta, de acordo com o estudo.

A dieta mediterrânea inclui gorduras insaturadas encontradas no azeite de oliva, peixe e nozes, assim como vegetais como espinafre, aipo e cenouras que são ricos em compostos nitrogenados.

Apesar de ser rica em gorduras, que pode aumentar o risco de doença cardíaca, a dieta mediterrânea parece prevenir doenças cardíacas, disseram os pesquisadores.

Isso pode ser porque as gorduras são consumidas juntamente com vegetais de folhas verdes e resultam na produção de ácidos graxos de nitro, disseram.

Estes ácidos foram detectados no sangue e na urina de pessoas e animais, e foram associados ao relaxamento dos vasos sanguíneos e à redução da inflamação, disseram os pesquisadores.

As novas descobertas sugerem que o efeito protetor da dieta mediterrânea sobre o coração, tem parcialmente a ver com os ácidos graxos nitro, e da inibição da enzima que aumenta a pressão arterial, afirmam os pesquisadores.

Os pesquisadores detalharam o seu estudo a 19 de maio, na revista científica Proceedings da revista da Academia Nacional de Ciências dos EUA. [Livescience]

0 comentários:

Enviar um comentário

Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Últimos