Tema:

Nova tecnologia lança luz sobre o futuro da alimentação (com video)


Partilhar
Nova tecnologia lança luz sobre o futuro da alimentação (com video)
Os desafios da produção de alimentos suficientes para alimentar o mundo tornaram-se mais graves no século 21.

Precisamos alimentar mais pessoas com terras agrícolas e recursos limitados. Precisamos fazer melhor uso da terra, luz e logística para uma população cada vez mais urbana.

E precisamos incorporar tecnologias de desperdício zero e baixo consumo de energia na tarefa de produção de alimentos. Há uma necessidade urgente de desenvolver novos métodos para a produção sustentável de alimentos.

Isso inclui uma maior ênfase na agricultura urbana, tal como a agricultura vertical que, devidamente projetada e planejada, poderia fornecer os meios sustentáveis ​​para melhorar a oferta de alimentos que precisamos.

Nova tecnologia de lâmpadas LED pode revolucionar o futuro da alimentação


Idealmente, a agricultura urbana encaixa-se perfeitamente ao lado, ou dentro, de edifícios existentes e de forma auto-suficiente e sustentável sem competir por recursos. Esses lotes urbanos podem ser ao nível do chão ou nos telhados.

Eles podem usar estufas, a fim de aproveitar a energia do sol, ou crescer dentro de casa com a ajuda de luzes artificiais. A agricultura vertical é promissora, pois não exige solo, e pode economizar espaço e energia, além de melhorar a produtividade da cultura.

Ela aproveita o espaço vertical de edifícios da cidade, em vez de virar grandes extensões de terra para a agricultura e usa tecnologia avançada de efeito estufa que regula a temperatura, humidade e luz para produzir produtos hortícolas, frutas e outras culturas todo o ano.

Em grandes cidades como Nova York, Chicago, Tóquio e Singapura, essas ideias estão já a criar raízes. Singapura tem levado a agricultura urbana local a um nível elevado - Skygreens construiu a primeira fazenda vertical comercial do mundo em grandes estufas de três andares.



A maior limitação da agricultura vertical é o consumo de energia. Energia considerável é necessária para alimentar esse tipo de tecnologia. A quantidade de energia necessária por unidade de produto é um fator importante para garantir não só que a fazenda é sustentável, mas que é viável.

Recentemente, mais e mais estudos têm-se centrado sobre o emparelhamento de painéis solares e turbinas eólicas com estufas para fornecer eletricidade renovável auto-gerada no local. Mas a única tecnologia que será a chave para fazer as fazendas verticais possível é a iluminação.

A nova tecnologia de luz LED é a chave que faz com que seja possível a construção de fazendas integradas verticalmente. Este tipo de luz artificial tem uma altíssima eficiência de conversão fotoelétrica.

As luzes de LED podem ser sintonizadas para emitir apenas num comprimento de onda de luz estreito, podendo ser combinadas para criar uma iluminação perfeita que fornece luz no espectro ideal para o crescimento de uma planta. [Livescience]

0 comentários:

Enviar um comentário

Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Últimos