Tema: ,

Café é bom para o fígado


Partilhar
Café é bom para o fígado

Se você adora café saiba que beber café, seja descafeinado ou regular, é útil na manutenção de um fígado saudável, descobriu um novo estudo.


Independentemente de beberam café descafeinado ou regular, os participantes do estudo que bebiam grandes quantidades de café diariamente tinham menores níveis de enzimas hepáticas anormais. Isto sugere que um produto químico no café diferente da cafeína pode ajudar o fígado.


Outros estudos descobriram que beber café está associado a um menor risco de desenvolver diabetes, doença cardiovascular, doença hepática gordurosa não alcoólica, cirrose e câncer de fígado.

"Pesquisas anteriores descobriram que beber café pode ter um possível efeito protetor sobre o fígado", disse Qian Xiao, investigador principal do estudo. "No entanto, a evidência não é clara se esse benefício pode se estender ao café descafeinado".

Para responder a essa pergunta, Xiao e seus colegas usaram dados do National Health and Nutrition Examination Survey, dos EUA, que é uma pesquisa realizada pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças para avaliar a saúde das pessoas que vivem nos Estados Unidos.


Nesta pesquisa, os participantes não são apenas entrevistados, eles também passam por exames físicos, incluindo exames de sangue. Os pesquisadores analisaram cerca de 27.800 pessoas de 20 ou mais anos que relataram quanto café haviam consumido ao longo das últimas 24 horas.

A equipe também analisou amostras de sangue relativamente a vários marcadores de saúde do fígado, incluindo alanina aminotransferase (ALT), aspartato aminotransferase (AST), fosfatase alcalina (ALP) e transaminase gama glutamil transferase (GGT).


Níveis elevados de enzimas hepáticas podem ser um sinal de lesão hepática ou inflamação. Os resultados mostraram que as pessoas que disseram que bebiam três ou mais xícaras de café por dia tinham níveis mais baixos de todas as enzimas, em comparação com as que não bebiam nenhum café.

Surpreendentemente, não importa se uma pessoa bebeu café normal ou descafeinado: o efeito sobre os níveis de enzimas hepáticas foi quase idêntico. "As nossas descobertas vinculam a ingestão total de café, descafeínado ou regular, à redução dos níveis de enzimas hepáticas", disse Xiao.

Ainda assim, apesar de este estudo parecer promissor, mais estudos são necessários para identificar qual componente do café é responsável por este efeito, afirma Xiao. O estudo será publicado na próxima edição da revista Hepatology. [Livescience]

0 comentários:

Enviar um comentário

Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Últimos