Tema: ,

Por que comer peixe é tão importante


Partilhar
Por que comer peixe é tão importante

Segundo um grupo de médicos, o peixe é um alimento extremamente importante na dieta das pessoas, devido a ser rico em DHA, que tem diversos benefícios de saúde.


A Associação Brasileira de Nutrologia, é da mesma opinião, baseando-se em um conjunto de estudos que confirmam a importância do consumo de alimentos que contenham o chamado DHA (ácido docosahexaenoico)

Esse ácido é um tipo de ômega-3 encontrado em peixes comuns em águas profundas e frias, como salmão, atum, bagre, sardinha e as diferentes espécies de bacalhau.

De acordo com Mario Cicero Falcão, doutor em pediatria pela Universidade de São Paulo, o consenso foca-se principalmente nos benefícios desse nutriente para gestantes, lactantes e crianças, mas isso não significa que pessoas de todas as idades não sintam o impacto positivo do DHA.

Consumir 200 miligramas do nutriente - o equivalente a três porções de 100 gramas de salmão por semana - basta para que o organismo sinta a diferença. Essa substância atua diretamente no desenvolvimento das estruturas do cérebro, do sistema nervoso central e dos olhos, na gestação.

Após o nascimento, o DHA continua a atuar no desenvolvimento cognitivo e visual das crianças. Em adultos, o benefício está na prevenção de doenças neurodegenerativas e cardiovasculares. Para Falcão, apesar dos benefícios, o consumo de alimentos com DHA pelos brasileiros ainda é baixo.

A razão, para o médico, não tem muita relação com o preço alto dos peixes que apresentam maiores quantidades do nutriente. "Nós temos a questão do preço, mas o pior problema é cultural. O brasileiro não tem costume de comer peixe e aqueles que comem não consomem as espécies com mais DHA".

É por esse motivo que o consenso irá orientar médicos de diferentes especialidades a falar mais sobre isso com os pacientes, principalmente as grávidas, que são um alvo ainda mais delicado, devido às características biológicas da gestação.

De fato, nas grávidas, ao mesmo tempo que é essencial o consumo do nutriente, existe o risco de contaminação por metais pesados. Isso faz com que futuras mães fujam de cardápios que incluem peixe. Nesse caso, a orientação será adotar suplementos. [info]

0 comentários:

Enviar um comentário

Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Últimos