Tema: ,

Aprenda 6 truques para perder peso


Partilhar
Aprenda 6 truques para perder peso

Perder peso não costuma ser muito fácil. Conheça aqui alguns truques simples que a podem ajudar a perder peso facilmente.


Quando o assunto é perder alguns quilinhos, às vezes não adianta apenas escolher a dieta do momento e fazer algum tipo de atividade física.

Para tratar a obesidade é preciso entendê-la mais a fundo, até mesmo porque algumas pessoas passam a vida inteira fazendo dieta e simplesmente não conseguem emagrecer.


O ganho de peso tem a ver com o metabolismo e também com a herança genética de cada pessoa. É por isso que tem gente que come muito e não engorda: são pessoas que provavelmente têm o metabolismo mais acelerado e vêm de uma família com mais pessoas magras.

Pesquisas recentes indicam que o número de calorias consumidas pelas pessoas do mundo aumentou muito desde os anos 80. O valor de calorias gastas, no entanto, continua praticamente o mesmo.

A maioria das dicas que você vai aprender hoje foi dada por Brian Wansink, um pesquisador que estuda como comemos. Wansink fala a respeito do momento em que nos sentimos satisfeitos durante uma refeição. Na hora de comer, 100 calorias a mais ou a menos acabam não fazendo diferença, afinal é uma quantidade muito pequena, certo?


O problema é que, ao longo de um ano, ingerir 100 calorias a mais do que o recomendado vai fazer com que você engorde quase 5 kg. Em contrapartida: ingerir 100 calorias a menos pode acabar diminuindo 5 kg do seu peso em um ano.

Para que essa conta faça mais sentido, o ideal é saber quanta energia seu corpo gasta por dia. Ainda que os valores nutricionais dos alimentos tenham como base uma dieta de 2.500 calorias, esse valor não é universal.

Para saber quantas calorias seu corpo gasta por dia, procure um nutricionista e peça para fazer um exame chamado bioimpedância. Confira as dicas de Wansink publicadas pela revista Time. São ótimas para quem busca enfrentar a balança com a ajuda de alguns truques psicológicos.


1. Tire petiscos e afins da sua visão


Não precisa radicalizar e jogar todas as “besteiras” do seu armário na lata de lixo – até mesmo porque medidas radicais demais tendem a não ser duradouras. O ideal é deixar aquele chocolatezinho guardado no armário da cozinha, e não em cima da mesa, onde você o vê sempre.

Wansink explica que o que não está à vista acaba não despertando nosso desejo: “Se o pote de doces está em sua mesa, você constantemente precisa decidir heroicamente se vai resistir ao chocolate que tem olhado para você durante todo o dia”.

2. Mude o que está ao seu alcance


Não adianta esconder os petiscos em um cofre e ficar sem comer. Bom mesmo é estipular quais alimentos são permitidos. Além disso, use pratos menores e, depois de se servir, coma longe das panelas e travessas cheias de comida.

De acordo com Wansink, ter doces na mesa de trabalho é um péssimo negócio. Ele explica que quem tem um chocolatezinho ao alcance pesa em média 7 kg a mais do que quem não tem esse tipo de petisco disponível durante o expediente.

3. Planeje-se melhor e evite armadilhas


Outra dica valiosa e simples é: nunca vá ao mercado com fome. A questão não é nem a quantidade de comidas que você acaba comprando, mas a qualidade. “Quando estamos com fome, compramos alimentos que são convenientes o suficiente para comer naquele momento”, explica o pesquisador.

Outro hábito que deve ser deixado de lado é o de comer assistindo à TV. Esse tipo de distração faz com que as pessoas comam mais sem perceberem. Olha só que curioso: se uma pessoa assiste TV por uma hora, ela come 28% a mais de pipoca do que aquela que assiste TV por meia hora.

E não adianta nada você fazer tudo certo e não aprender, de uma vez por todas, a ler os rótulos dos alimentos. Eles indicam se o produto contém adição de açúcar, conservantes e afins, além de indicar a quantidade de calorias de cada porção do produto, o que é fundamental para quem quer perder peso: saber o que come e as calorias daquilo que come.

4. Vá devagar


Você deve mastigar bem e com calma. Isso vai melhorar a sua digestão e fazer com que você se sinta saciado mais rapidamente. Uma pesquisa reuniu um grupo de mulheres para avaliar essa questão de tempo de mastigação.

Primeiro, elas deveriam comer rapidamente, e, em um intervalo de nove minutos, ingeriram uma média de 646 calorias. Quando foram orientadas a comer mais devagar e a mastigar 20 vezes cada garfada, elas consumiram 579 calorias em 29 minutos.

5. Não se preocupe tanto com a variedade


Se você tem a sensação de que o segredo é pegar um pouco de cada coisa, saiba que não é bem por aí. Pegar um pouco de tudo significa comer muito. Duvida? Então preste atenção em um experimento feito pela Dra. Barbara Rolls.

A equipe de Bárbara selecionou um grupo de pessoas para participar de uma degustação de iogurtes. Aquelas que experimentaram três sabores diferentes comeram 23% a mais do que as que só experimentaram um sabor.

6. Comer sozinho pode ajudar


Na hora de diminuir a quantidade de comida que você coloca em seu prato, há um fator bem bizarro que pode influenciar esse processo: a companhia. Pesquisas recentes comprovaram que, quando você almoça com uma pessoa, você acaba comendo 35% a mais.

Ao que tudo indica, quanto maior for a roda de amigos que almoçam juntos, maior é o prato de cada um. Se você almoçar com mais três pessoas, vai acabar comendo em média 75% a mais do que comeria se estivesse sem companhia. [Megacurioso]

0 comentários:

Enviar um comentário

Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Últimos