Tema: ,

Obesidade diminui o tempo de vida. Saiba em quantos anos


Partilhar
Obesidade diminui o tempo de vida. Saiba em quantos anos

De acordo com uma nova pesquisa, a obesidade tem o potencial de diminuir a expectativa de vida em até 8 anos. Saiba como.


Epidemiologistas examinaram a relação entre o peso corporal e a expectativa de vida e estão afirmando que indivíduos com sobrepeso e obesidade têm o potencial de diminuir a expectativa de vida em até 8 anos.

Saiba mais: Obesidade aumenta risco de cancro, afirma estudo

Se a diabetes ou doenças cardiovasculares se desenvolverem, a expectativa de vida pode diminuir cada vez mais, de acordo com a análise dos dados do National Health and Nutrition Examination Survey (Exame Nacional de Saúde e Nutrição, em tradução livre), feito entre os anos de 2003 e 2010, nos EUA, utilizado para estimar o risco anual de diabetes e doença cardiovascular em adultos com diferentes pesos corporais.

Os dados de quase 4 mil indivíduos também foram utilizados para analisar a contribuição do excesso de peso corporal aos anos de vida perdidos e anos de vida saudáveis perdidos. O estudo demonstra ainda que, quando se considera que essas pessoas também podem desenvolver diabetes ou doença cardiovascular mais cedo na vida, este excesso de peso pode roubar-lhes quase duas décadas de vida saudável.

Saiba mais: Obesidade não ocorre só devido a dieta irregular

As descobertas estimam que indivíduos muito obesos poderiam perder até 8 anos de vida, indivíduos obesos podem perder até 6 anos, e aqueles que estão acima do peso podem perder até três anos.

Além disso, os anos de vida saudáveis perdidos são de duas a quatro vezes maiores para os indivíduos com sobrepeso e obesos em comparação com aqueles que têm um peso saudável, entre 18,5 e 25 no índice de massa corporal (IMC). A idade em que o excesso de peso é acumulado também é um fator importante e os piores resultados foram de quem ganhou o seu peso em idades mais precoces.

Saiba mais: Dormir ao frio acelera metabolismo e combate obesidade

“O padrão é claro – quanto mais um indivíduo pesa e quanto mais jovem é, maior o efeito sobre a sua saúde”, diz o autor Dr. Steven Grover, epidemiologista do Instituto de Pesquisa do Centro para a Saúde da Universidade McGill, em Montreal, no Canadá e professor de medcina na mesma universidade. “Em termos de expectativa de vida, a obesidade é tão ruim quanto fumar cigarro”, alerta.

Os próximos passos são personalizar essas informações, a fim de torná-las mais interessante e relevantes para os pacientes. “O que pode ser interessante para os pacientes são os ‘e se?’ E se eles perdem de 10 a 15 quilos? Ou, e se eles forem mais ativos? Como isso vai mudar os números?” diz Grover.

Você será obeso?


David Katz, diretor do Centro de Pesquisa de Prevenção da Universidade de Yale, nos EUA, afirma que a obesidade é conhecida por aumentar o risco de todas as principais doenças crônicas, principalmente as doenças cardíacas, diabetes, acidente vascular cerebral e câncer. “Reverter e prever a obesidade iria traduzir diretamente na melhora da qualidade de vida e no aumento dos anos de vida”, aponta. [Hypescience]

0 comentários:

Enviar um comentário

Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Últimos