Tema: ,

Comer amendoim no início da vida pode prevenir alergias a amendoim


Partilhar

Um estudo com crianças em risco de alergia a amendoim revelou que comer amendoins no inicio da vida, protege da alergia a amendoim aos 5 anos.


Por outro lado, os bebés que evitaram amendoins, foram várias vezes mais propensos a desenvolver a alergia.

O estudo de referência foi publicado no New England Journal of Medicine. A alergia a amendoim afeta até três por cento das crianças em idade escolar nos EUA, Europa Ocidental e Austrália, e também está a crescer em países asiáticos e africanos.

Durante anos, as orientações de saúde, os pediatras e os alergologistas têm recomendado que se evitem completamente amendoins na dieta das crianças. Bem, como o estudo descobriu, a evasão parece piorar o problema.

O estudo randomizado e controlado envolveu 640 crianças com idades entre os 4 e os 11 meses com eczema grave, alergia a ovo, ou ambos (tais sintomas indicam um alto risco de desenvolver alergia a amendoim).

Elas passaram por um teste cutâneo e, em seguida, foram distribuídas aleatoriamente num grupo de consumo de amendoim e num grupo que evitava amendoim. As crianças do grupo de consumo tiveram resultados positivos em teste de pele ao receber um total de 3,9 gramas de proteína de amendoim.

Se eles não tivessem uma reação a este teste de linha de base, eles recebiam, pelo menos, 6 gramas de proteína de amendoim numa semana distribuída ao longo de pelo menos três refeições até terem 60 meses de idade.

A fonte de amendoim foi um lanche feito de manteiga de amendoim e recheado de milho; mas se os bebês não gostassem, era-lhes oferecida manteiga de amendoim simples. Quando atingiram os 5 anos de idade, menos de 1 por cento das crianças no grupo que comia amendoim desenvolveu a alergia a amendoim.

Por outro lado, 17,3 por cento das crianças no grupo que evitava amendoim desenvolveu a alergia. Tais resultados representam uma incrível redução de 81 por cento no posterior desenvolvimento de alergia a amendoim.

Desta forma, este nosso estudo sugere que novas diretrizes podem ser necessárias para reduzir a taxa de alergia a amendoim nas crianças. No futuro, o estudo vai continuar a acompanhar essas crianças para ver se ficam protegidas contra a alergia, mesmo que parem de comer amendoins por um ano. [iflscience]

0 comentários:

Enviar um comentário

Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Últimos